• Fabiola Aurich

Desenvolvimento infantil - dos 18 meses aos 5 anos de idade

No post passado, tivemos uma ideia do que esperar do desenvolvimento neuropsicomotor de crianças do nascimento ao primeiro ano de vida. O post de hoje é uma continuação do anterior, indo até os 5 anos de idade. Vamos lá?


Aos 18 meses



Sinal verde


Aos 18 meses a criança ainda tem medo de estranhos e lugares desconhecidos, porém de maneira mais calma. Ela começa a brincar de faz de conta, como com carrinhos, alimentando bonecas ou conversando entre brinquedos. É uma criança mais curiosa e exploradora. Seu repertório de palavras aumenta (fala de 20 a 40 palavras) e já esboça a formação de frases. Diz “sim” e “não”, balançando a cabeça, sabe usar talheres e utensílios, ajuda a se vestir. Já anda, sobe degraus e pode até correr. Consegue ter empatia por outras crianças.


Sinal vermelho


São sinais de alerta quando a criança de 18 meses:

  • ainda não anda, ou anda de maneira descoordenada ou na ponta dos pés;

  • não imita adultos;

  • não segue instruções básicas;

  • não consegue usar utensílios com função (por exemplo, usa a colher apenas para fazer barulho na mesa);

  • não fala ao menos 6 palavras;

  • não sabe identificar as partes do corpo;

  • não aponta;

  • faz estereotipias;

  • é inquieta e fica nervosa com alterações na rotina;

  • apresenta dificuldades no comportamento e nas emoções;

  • é pouco ou muito sensível aos estímulos sensoriais;

  • possui distúrbios do sono;

  • prefere brincar sozinha;

  • tem hiperfoco, ficando por horas focada em um objeto;

  • começa a perder as habilidades já adquiridas.


Aos 2 anos




Sinal verde


Aos 2 anos a criança gosta de brincar com outras crianças, principalmente de faz de conta. Também imita adultos e outras crianças mais velhas. São mais independentes, curiosas e exploradoras. Reconhece o nome de objetos, pessoas e partes do corpo. Possui um vocabulário maior, de em torno de 150 palavras, já formando frases pequenas. Segue instruções simples de 2 passos, por exemplo: “vá até seu quarto e pegue o copo”. Aponta imagens em um livro ou tablet. Encontra objetos escondidos. Começa a reconhecer formas e cores. Gosta de brinquedos de encaixar. Anda bem, chuta bola e, para desespero de todos, escala móveis. Já desenha retas, círculos e rabiscos.


Sinal vermelho


São sinais de alerta nessa idade:


  • a criança não forma frases pequenas, de 2 ou 4 palavras;

  • não consegue seguir instruções simples;

  • anda de maneira descoordenada e/ou na ponta dos pés;

  • não brinca com outras crianças;

  • não ajuda a se vestir;

  • ainda não sabe a função dos utensílios;

  • é muito agitada e nervosa;

  • tem dificuldade em lidar com rotina, mudanças e esperas prolongadas;

  • faz ecolalias e/ou estereotipias;

  • possui hiperfoco;

  • não sustenta contato visual;

  • perde habilidades adquiridas.


Aos 3 anos



Sinal verde


Aos 3 anos de idade, a maioria das crianças são capazes de demonstrar afeto e empatia. Elas sabem dividir brinquedos, pois já possuem ideia do que é “meu” e “seu”; também sabem o significado de “dentro”, “fora”, “embaixo” e “em cima”. Imitam os adultos e outras crianças, conseguem se separar da mãe ou cuidadores com mais facilidade; se vestem sozinhas.


A criança de 3 anos consegue seguir instruções de 2-3 passos (vá na cozinha, pegue o copo do urso para mamãe e coloca aqui na mesa). Já diz o próprio nome e idade, distingue a diferença entre os sexos, consegue se comunicar melhor, usando frases pequenas, pronomes e plurais. Gosta de brincar de faz de conta, quebra-cabeças e blocos de montar. Vira uma página de um caderno por vez, consegue desenhar/copiar círculos.


Seu desenvolvimento motor requer bastante energia dos pais e cuidadores pois ela corre, sobe e desce escadas (agora com um pé por degrau), escala móveis e já consegue pedalar um triciclo.


Sinal vermelho


  • possui algum problema motor ou alteração no tônus muscular;

  • não imita;

  • não se interessa por brincadeiras;

  • não demonstra emoções;

  • não atende a comandos de 2 passos;

  • não compreende o que é “meu” e “seu”;

  • não consegue manusear brinquedos e objetos de forma usual;

  • não brinca de faz de conta;

  • apresenta fala atípica, não verbal;

  • faz estereotipias e/ou ecolalias;

  • não consegue manter contato visual;

  • perdeu habilidades adquiridas.


Aos 4 anos


Sinal verde


A criança de 4 anos é muito criativa e sociável. Gosta de ter experiências novas e é bastante exploradora. Adora brincar com outras crianças, gosta de faz de conta e muitas vezes não consegue separar o real do imaginário. Conta histórias, canta músicas, sabe falar seu nome e sobrenome.


Ela também sabe diferenciar as cores e sabe o significado dos números, consegue diferenciar “ele” e “ela”, “igual” e “diferente”. Usa tesouras, faz desenhos de objetos e pessoas, começa a copiar algumas letras de forma, iniciando uma escrita. Pula e fica de um pé só por até 2 segundos, joga bola. Pode começar a usar a faca sob supervisão.


Sinal vermelho


São sinais de alerta quando a criança nessa idade:

  • possui alterações na marcha ou déficits motores;

  • não mostra interesse por jogos, brincadeiras interativas e outras crianças;

  • não atende quando chamada;

  • é resistente à troca de roupas, escovar os dentes, ir ao banheiro e dormir;

  • tem dificuldade com o desfralde;

  • não atende a comandos de 3 passos;

  • não compreende regras sociais;

  • não entende o conceito de “eu” e “você”, “meu” e “seu”;

  • fala de forma incompreensível;

  • faz ecolalias e/ou estereotipias;

  • não sustenta contato visual;

  • tem hiperfoco.


Aos 5 anos



Sinal verde


Aos 5 anos a criança já é mais independente, conta histórias, fala com clareza e entende regras sociais. Canta, dança, conta até 10 ou mais, sabe falar seu nome, sobrenome e onde mora. Já consegue distinguir o real do imaginário, usa talheres com desenvoltura, sabe usar os tempos passado e futuro (amanhã mamãe vai viajar) e vai ao banheiro sozinha. Consegue dar cambalhotas, corre, pula, escala e seu desenvolvimento motor é de dar inveja a ginastas.


Sinal vermelho


  • não demonstra emoções e interesse por seus pares;

  • não brinca;

  • apresenta comportamentos inapropriados (retraimento ou agitação em excesso);

  • tem dificuldade em se concentrar em uma tarefa por mais de 5 minutos;

  • não responde quando chamada ou responde superficialmente;

  • não consegue separar o real do imaginário;

  • não consegue dizer seu nome e sobrenome;

  • não conta histórias;

  • não vai ao banheiro, se veste ou escova os dentes sozinha;

  • não consegue desenhar ou copiar e círculos;

  • não mantêm contato visual;

  • faz ecolalias e estereotipias;

  • possui alterações motoras e de tônus muscular.


Então... já conseguimos ter uma noção do que é esperado e quando nos preocupar no desenvolvimento das crianças. Se você tiver alguma suspeita, dúvida ou notar algo de errado, procure um profissional competente o mais rápido possível. Com relação aos transtornos de neurodesenvolvimento, quanto mais rápido é o diagnóstico e o início do tratamento, melhor para o desenvolvimento da criança.

1 visualização0 comentário