• Fabiola Aurich

Marcos do Desenvolvimento: seu bebê aos 30 meses



O que a maioria dos bebês conseguem fazer nesta idade:


Habilidades socioemocionais

  • brinca próximo a outras crianças e às vezes brinca com elas;

  • gosta que você veja o que ele está fazendo;

  • segue comandos de rotina simples, como "hora de guardar os brinquedos".

Comunicação e linguagem

  • fala cerca de 50 palavras;

  • fala frases curtas com 1 verbo, como "cachorro latiu";

  • diz o nome de imagens quando você aponta;

  • fala pronomes como, "eu", "você".

Habilidades cognitivas (aprendizagem, raciocínio, resolução de problemas)

  • brinca de "mentirinha", como alimentar as pelúcias com blocos ou com o que tiver na frente;

  • mostra habilidades de resolução de problemas simples, como ficar de pé em um banquinho para alcançar algo;

  • obedece ordens em 2 passos, como "coloque a escova no quarto e feche a porta";

  • sabe algumas cores.

Habilidades motoras

  • usa as mãos para torcer as coisas, como girar maçanetas ou abrir tampas;

  • já tira algumas roupas sozinho;

  • pula com os dois pés;

  • vira as páginas de um livro, um após outro, quando você lê para ele.


Outras informações importantes que você pode comentar com o pediatra:

  • o que você e seu bebê fazem juntos?

  • o que seu bebê gosta de fazer?

  • existe algo que seu bebê faz ou não faz que te preocupa?

  • seu bebê perdeu alguma habilidade que antes ele conseguia fazer?

  • seu bebê possui algum problema de saúde ou nasceu prematuro?


Algumas dicas e atividades que você pode fazer com seu bebê


Como o primeiro professor do seu bebê, você pode ajudar no aprendizado e no desenvolvimento do cérebro dele. Experimente estas dicas e atividades simples de forma segura:

  • Encoraje usar a imaginação, brincando com coisas novas, nem sempre brinquedos. Pode ser com uma caixa de papelão, adesivos ou o que for de interesse da criança.

  • Use palavras positivas e dê mais atenção aos comportamentos desejáveis e pouco atenção aos indesejáveis. Elogie.

  • Ofereça a ele escolhas alimentares simples e saudáveis. Deixe que ele escolha o que quer comer em algumas refeições e o que quer vestir. Limite a apenas 2 ou 3 opções.

0 visualização0 comentário